design-a-porter

links and links about fashion and design all my favorites

Archive for megatrends

Innovation timeline 1900-2050

via David Report blog present this very different timeline… So I am back to the future trends … and + words + questions?? + maps + solutions?? + links + forecasts?? in the end + information + hopes ;))
Via David Report blog apresenta esta linha cronológica bem diferente… Então volto às tendências futuras… e + palavras + perguntas?? + maps + soluções?? + links + previsões?? no fim + informação + esperança ;))

Advertisements

Maslow + Coca-cola = Megatrends

já fazem 25 anos que trabalho com moda… não é nenhum segredo ;)) semana passada apresentei trabalho completo sobre tendências que formatei em uma longa palestra que postarei agora aqui.

Ao longo destes anos encontrei na pirâmide de Maslow uma estrutura que ajuda a compreender a sociedade e seus grandes ciclos de consumo (pirâmide das necessidades). Basicamente faço uma analogia com as décadas localizando-as nos níveis da pirâmide, outras associações acontecem imediatamente, estágios do desenvolvimento emocional /mental da sociedade, cores, personagens marcantes, fatos, arte… este estudo partirá da base da pirâmide e mostrará que quando a economia mundialmente cresce podemos perceber o deslocamento de todo o consumo para os estágios superiores, afinal, a moda nunca é por acaso!Necessidades fisiológicas (base da pirâmide) quando o principal interesse da sociedade está ligado à sobrevivência, aconteceu em todos os momentos pós – guerra, anos 20 (art nouveau, existencialismo, etc) , 50 e mais recentemente, pós WTC, nós presenciamos o crescimento da procura por comodities, a uniformização, as cores dos uniformes militares predominam ( regimentais) verdes oliva, marinhos, preto, cinzas e caqui. Pastéis sujos.


Necessidade por segurança, inclui, segurança física (segurança relativa à violência, delinqüência e agressões), segurança de emprego, segurança de rendas e recursos, segurança moral e fisiológica, familiar, segurança de saúde, de bens móveis, contra crime… anos 30 (art deco), 60 a nossos dias de hoje, com destaque a cidade que escolhi para viver- Rio de Janeiro. Em voga, o debate está nas novelas, nos bares, nas fisionomias e no movimento de reclusão ou retorno a casa e estranhamente, o produto violência vende mais e mais… a cartela de cores se detem a variações do preto ao branco, pontuada pelas cores primárias, destacando as cores da sinalização urbana (verde, amarelo e vermelho).

<!–[if !supportEmptyParas]–> <!–[endif]–>

Necessidades de afeto/ social, promove relacionamentos emotivos baseados na amizade, intimidade sexual e familiar. Os seres humanos geralmente necessitam sentir-se pertencentes e aceitados por um grupo social grande (clubes, culturais, profissionais, religiosos, esportivos, bandos, etc.) ou conexões sociais pequenas (membros de família, sócios íntimos, conselheiros, grupo de colegas, confidentes, hoje, temos, também como opção, as comunidades virtuais). Lema “amar e ser amados” (sexualmente e não-sexualmente) por outros. Na ausência destes elementos, muitas pessoas tornam-se suscetíveis à solidão, ansiosas e depressivas. Esta necessidade pode superar as necessidades fisiológicas de segurança, dependendo da força da pressão social, exemplo, um indivíduo com anorexia ignora a necessidade comer e a segurança de sua saúde em detrimento de seu sentimento (desejo) de estar inserido num determinado “grupo”. Associando as décadas… 70 (pop art), 90… cores secundárias

<!–[if !supportEmptyParas]–> <!–[endif]–>

Necessidades de Status (auto-estima), de acordo com Maslow, todos seres humanos têm uma necessidade natural de ser respeitado e respeitar os outros. O indivíduo se empenha em ganhar reconhecimento, desenvolve atividades com um sentido de contribuição, buscando sentir-se aceitado. As desigualdades neste nível podem resultar em auto-estima baixa (complexo de inferioridade) ou um sentido inflado de auto-importância e vaidade. Existem dois níveis, o mais baixo dos níveis, está relacionado à elementos como fama, respeito, e glória e o nível mais alto é contingente a conceitos como confiança para competência e realização. O nível mais baixo, geralmente, é considerado pobre porque, dependente diretamente de outras pessoas, este grupo pode até procurar fama ou glória, mas são dependentes dos outros, contudo confiança, competência e realização são necessidades individuais e é incoerente com co-dependência. (Steven Covey). Associando a períodos… o milagre econômico do mundo (75 a 85) que no nosso falso milagre econômico tivemos o direito a 1 presidente que andava de jetsky e fazia questão de desfilar com sua canetinha Mont-blanc, enfim, neste tipo de período vivemos a cultura do excesso, das marcas do glamour… bons tempos para o consumo e para a moda. Cores densas , escuras e metálicas.

Necessidades Cognitivas (Auto-realização), Maslow acreditava que todos os seres humanos têm a necessidade de aumentar sua inteligência e caçam conhecimento, assim, a necessidade cognitiva é a expressão da necessidade humana natural de aprender, explorar, descobrir, criar, dissecar o mundo, refrescar-se na presença e beleza da natureza enquanto, cuidadosamente, absorvem e observam seus arredores extraindo a beleza que o mundo tem que oferecer. As características principais deste “grupo de consumo” esta na forma em que encaram fatos e a realidade do mundo, incluindo-se, antes que negando ou os evitando. São interessados em resolver problemas; isto freqüentemente inclui os problemas de outros. Resolver estes problemas é o foco chave nesta fase de vida. Têm um sistema de moralidade que está plenamente internalizado e independente de autoridade externa. Têm discernimento e são capazes de ver todas coisas de uma maneira objetiva. Os preconceitos estão ausentes. Uma pena o mundo não ter chegado a este estágio, mas que bom que conhecemos tantas pessoas/ ações que vêm a melhorar nossas vidas.

Para não esquecer quando comecei a trabalhar com moda (1981) o slogan da Coca-cola era … “coca-cola é isso aí“… pela primeira vez na vida vi 1 ultraleve…1 luxo ;))

perto do final dos anos 80, pós fusão das “Alemanhas” e fim da URSS, a crise chega e a o slogan era “coca-cola sempre” , a vida melhorou e a economia mundial aqueceu nos anos 90 , falamos de segmento, nichos e tribos e a “coca-cola sempre com você“. E agora pós WTC, 1 fenômeno na pirâmide, temos uma sensação de estarmos vivendo todos os níveis ao mesmo tempo, de fato as classes C-D aumentaram e diminuiu drasticamente o ciclo de produto (nano-ciclos), somados a globalização, a democratização da informação e, para o desespero de quem trabalha com moda, meu refrigerante preferido anuncia viva as diferenças (link)enquanto pássaros punks se encontram… o txt da premiere vision (link) nos convida a “saltar no trampolim das diferenças”… é a unica saída!!! concordo ;))

mapas + megatrends + psfk

Impossível não retomar ao mega mapa postando no return on innovation , desenvolvido por psfk, como pano de fundo o link failure of a revolution. Megatrends importantíssimas detectadas e apresentadas com linguagem fácil e com paradas obrigatórias para a moda. No curto e médio prazo, a moda terá que equalizar as palavras e expressões‘Extra lifetime’ o envelhecimento da população mundial (60 anos são os novos 40), ética, sustentabilidade, globalização, produtos premium, personalização, em meio ao desenvolvimento acelerado de novos grupos de consumidores (hiper-segmentação), da evolução tecnológica, do crescimento demográfico, do New lifestyle apontado pela economia de rede e influências psyco-geográficas, baseados na disposição ao consumo, crenças e ocasião, onde os novos produtos combinarão técnicas e processos dos campos da psicologia e ciência social, associados aos lançamentos mundiais de produtos, de tecnologia e da produção cultural. O sistema de moda espalhado agora através de todos os outros setores, de cosméticos à carros e serviços. A moda, aparentemente efêmera, é construída com base sólida sobre novos conceitos da realidade mundial, sempre subjetiva e verdadeira, um novo Marketing – back to the basics, sem promessas excessivas, vende experiências verdadeiras e tem comunicação dirigida a grupos definidos sócio-economicamente. Encontramos uma infinidade de temas (desafios) que teremos que resolver, destaco:

– A busca do equilíbrio de vida no ambiente urbano.

 

– A aventura do sensorial como fonte de inspiração.

 

– A criatividade com riscos, a busca de raros talentos e a hiper-inovação como desafio permanente num mundo que se transforma minuto a minuto. E como se manter informado de tudo? O que faremos com o excesso de informação? Como este mix de informação estará equilibrado num 1 produto ou coleção?

 

– Qual o impacto da mídia eletrônica no consumo/cultura popular? Fica a pergunta… quando nossa industria têxtil irá de verdade para web??

 

Democratização do luxo – produtos e serviços se tornam commodities rapidamente e tem seus preços mais baixos para o consumo, as margens de lucro diminuem e qual será o limite para não acontecer a banalização e estagnação do consumo de vestuário, acho que já está acontecendo.

 

Nano-lifecycles tornar-se a norma para a maioria de produtos e serviços.

 

– Especialização crescente desafia a capacidade de competir e a falta de habilidade como desafio num mundo que se especializa. Nosso governo e empresários terão que investir no aporte de novas tecnologias para nossa indústria. Termos acesso à novas Tecnologias é um fator fundamental para participarmos do mercado globa?? Pergunta que WGSN não me respondeu no espaço Motaporter.

Custos baixos para ganhar mercado X Cross Pollination X consumo híbrido X Customização em massa (equilibrar lucro com satisfação do cliente)

less or excess??

Eis a questão??… alguns dias atrás, concordei absolutamente com um post feito por flooring the consumer – “Are There Too Many Choices?“, quando li o título pensei, primeiramente, sobre moda, segundo sobre a geração de meus filhos, eles vivem entre um excesso de informações e atividades, eles sempre, quando em casa, fazem 5 ou mais “coisas” simultaneamente, e no futuro, como será a oferta de produtos de moda para esta geração?… Seguro com muitas funções, com super design, cheio de tecnologia, mostrando sua personalidade única, minimalista e excessiva… como? não sei exatamente agora… E hoje, voltando para flooring the consumer 1 post sobre os 150 Top Marketing Blogs, visitei também e achei A Melhor Wall Art para Bloggers, e + 1 visita, eboy, ele me faz desenvolver este post, uma complexa peça de arte, e o exemplo de aplicação da ilustração no tênis… é um exemplo, mas não uma única solução… você concorda comigo??
Voltando para SPFW, daqui à um semana nós teremos 1 pista de decolagem para nossas melhores marcas/negócios de moda, para mim será um contato grande e com excesso de informação, e como colocar o necessário, não menos… mas seguro, superficial post… porque é realmente muito complexo encontrar… tantas tribus, inovadores, coleções, desenhistas… colocado em um Museu das artes que recebe também uma especial” mensagem” que aporta mais significados.. este ano… design sustentável … será que as respostas estarão no evento??That´s a question… some days ago, I agreed absolutely with a post made by flooring the consumer – “Are There Too Many Choices?“, when I´ve read the title I thought, first, about fashion, second about the generation of my sons, they live between an excess of information and activities, they always, when at home, does 5 or more “things” simultaneously, and in the future, how will be the offering of fashionable products for then? … Sure with many functions, with super design, full of technology, showing excessive, minimalist, and unique personality… How? I don´t know exactly now… And today, come back to flooring the consumer 1 post about the 150 Top Marketing Blogs, I visited also and I found The Best Wall Art For Bloggers, and + 1 link eboy, It´s maked me to develop this post, a complex piece of art, and the example of application of a illustration over 1 tennis… It´s an example, but not an only solution… you agree with me??
Coming back to SPFW, that will start in next week, we will have 1 trail of take-off for ours better fashionable brands/business, for me it will be a big contact and with excess of information, and how to post the necessary, not less… but dependable superficial… because It is really a lot complex… so much tribus, innovatives, collections, designers… placed in a Museum of the arts that receives also a special “message” that disembarks more meanings…sustainable design… It will be answers inside the event??


SUBWAY STATION >>>>> TRENDS

Perfeito, complexo, fácil transporte às tendências = 1 mapa do metro das maiores tendências que impactaram a sociedade via Return On Innovation Perfect, complex, easy transport to the trends = 1 subway map of the major trends impacting society via Return On Innovation

failure of a revolution

meu pai comprou a revista Manchete e Jornal do Brasil no dia que eu nasci para que eu entendesse como era minha “matéria prima”, 46 anos depois, a “matéria prima” do mundo mudou profundamente, eu também. Neste link a arte de Guilhem de Castelbajac nos dá um panorama dos nossos tempos… o fracasso de uma revolução?? acho que não, somos a soma de várias revoluções…igual ao link dele… para visitar com calma

My father bought the Manchete magazine and a newspaper Jornal do Brasil in the day that I was born for to me to understood what was mine “raw material”, 46 years afterwards, the “raw material” of the world changed deeply, and me too. This link of Guilhem de Castelbajac´s art gives a panorama of our times… failure of a revolution??? I don´t think so, we are 1 sum… like his link… for to visit with time