design-a-porter

links and links about fashion and design all my favorites

Maslow + Coca-cola = Megatrends

já fazem 25 anos que trabalho com moda… não é nenhum segredo ;)) semana passada apresentei trabalho completo sobre tendências que formatei em uma longa palestra que postarei agora aqui.

Ao longo destes anos encontrei na pirâmide de Maslow uma estrutura que ajuda a compreender a sociedade e seus grandes ciclos de consumo (pirâmide das necessidades). Basicamente faço uma analogia com as décadas localizando-as nos níveis da pirâmide, outras associações acontecem imediatamente, estágios do desenvolvimento emocional /mental da sociedade, cores, personagens marcantes, fatos, arte… este estudo partirá da base da pirâmide e mostrará que quando a economia mundialmente cresce podemos perceber o deslocamento de todo o consumo para os estágios superiores, afinal, a moda nunca é por acaso!Necessidades fisiológicas (base da pirâmide) quando o principal interesse da sociedade está ligado à sobrevivência, aconteceu em todos os momentos pós – guerra, anos 20 (art nouveau, existencialismo, etc) , 50 e mais recentemente, pós WTC, nós presenciamos o crescimento da procura por comodities, a uniformização, as cores dos uniformes militares predominam ( regimentais) verdes oliva, marinhos, preto, cinzas e caqui. Pastéis sujos.


Necessidade por segurança, inclui, segurança física (segurança relativa à violência, delinqüência e agressões), segurança de emprego, segurança de rendas e recursos, segurança moral e fisiológica, familiar, segurança de saúde, de bens móveis, contra crime… anos 30 (art deco), 60 a nossos dias de hoje, com destaque a cidade que escolhi para viver- Rio de Janeiro. Em voga, o debate está nas novelas, nos bares, nas fisionomias e no movimento de reclusão ou retorno a casa e estranhamente, o produto violência vende mais e mais… a cartela de cores se detem a variações do preto ao branco, pontuada pelas cores primárias, destacando as cores da sinalização urbana (verde, amarelo e vermelho).

<!–[if !supportEmptyParas]–> <!–[endif]–>

Necessidades de afeto/ social, promove relacionamentos emotivos baseados na amizade, intimidade sexual e familiar. Os seres humanos geralmente necessitam sentir-se pertencentes e aceitados por um grupo social grande (clubes, culturais, profissionais, religiosos, esportivos, bandos, etc.) ou conexões sociais pequenas (membros de família, sócios íntimos, conselheiros, grupo de colegas, confidentes, hoje, temos, também como opção, as comunidades virtuais). Lema “amar e ser amados” (sexualmente e não-sexualmente) por outros. Na ausência destes elementos, muitas pessoas tornam-se suscetíveis à solidão, ansiosas e depressivas. Esta necessidade pode superar as necessidades fisiológicas de segurança, dependendo da força da pressão social, exemplo, um indivíduo com anorexia ignora a necessidade comer e a segurança de sua saúde em detrimento de seu sentimento (desejo) de estar inserido num determinado “grupo”. Associando as décadas… 70 (pop art), 90… cores secundárias

<!–[if !supportEmptyParas]–> <!–[endif]–>

Necessidades de Status (auto-estima), de acordo com Maslow, todos seres humanos têm uma necessidade natural de ser respeitado e respeitar os outros. O indivíduo se empenha em ganhar reconhecimento, desenvolve atividades com um sentido de contribuição, buscando sentir-se aceitado. As desigualdades neste nível podem resultar em auto-estima baixa (complexo de inferioridade) ou um sentido inflado de auto-importância e vaidade. Existem dois níveis, o mais baixo dos níveis, está relacionado à elementos como fama, respeito, e glória e o nível mais alto é contingente a conceitos como confiança para competência e realização. O nível mais baixo, geralmente, é considerado pobre porque, dependente diretamente de outras pessoas, este grupo pode até procurar fama ou glória, mas são dependentes dos outros, contudo confiança, competência e realização são necessidades individuais e é incoerente com co-dependência. (Steven Covey). Associando a períodos… o milagre econômico do mundo (75 a 85) que no nosso falso milagre econômico tivemos o direito a 1 presidente que andava de jetsky e fazia questão de desfilar com sua canetinha Mont-blanc, enfim, neste tipo de período vivemos a cultura do excesso, das marcas do glamour… bons tempos para o consumo e para a moda. Cores densas , escuras e metálicas.

Necessidades Cognitivas (Auto-realização), Maslow acreditava que todos os seres humanos têm a necessidade de aumentar sua inteligência e caçam conhecimento, assim, a necessidade cognitiva é a expressão da necessidade humana natural de aprender, explorar, descobrir, criar, dissecar o mundo, refrescar-se na presença e beleza da natureza enquanto, cuidadosamente, absorvem e observam seus arredores extraindo a beleza que o mundo tem que oferecer. As características principais deste “grupo de consumo” esta na forma em que encaram fatos e a realidade do mundo, incluindo-se, antes que negando ou os evitando. São interessados em resolver problemas; isto freqüentemente inclui os problemas de outros. Resolver estes problemas é o foco chave nesta fase de vida. Têm um sistema de moralidade que está plenamente internalizado e independente de autoridade externa. Têm discernimento e são capazes de ver todas coisas de uma maneira objetiva. Os preconceitos estão ausentes. Uma pena o mundo não ter chegado a este estágio, mas que bom que conhecemos tantas pessoas/ ações que vêm a melhorar nossas vidas.

Para não esquecer quando comecei a trabalhar com moda (1981) o slogan da Coca-cola era … “coca-cola é isso aí“… pela primeira vez na vida vi 1 ultraleve…1 luxo ;))

perto do final dos anos 80, pós fusão das “Alemanhas” e fim da URSS, a crise chega e a o slogan era “coca-cola sempre” , a vida melhorou e a economia mundial aqueceu nos anos 90 , falamos de segmento, nichos e tribos e a “coca-cola sempre com você“. E agora pós WTC, 1 fenômeno na pirâmide, temos uma sensação de estarmos vivendo todos os níveis ao mesmo tempo, de fato as classes C-D aumentaram e diminuiu drasticamente o ciclo de produto (nano-ciclos), somados a globalização, a democratização da informação e, para o desespero de quem trabalha com moda, meu refrigerante preferido anuncia viva as diferenças (link)enquanto pássaros punks se encontram… o txt da premiere vision (link) nos convida a “saltar no trampolim das diferenças”… é a unica saída!!! concordo ;))

4 Comments»

  Ale Carvalho – Lain wrote @

Patrícia, excelente reflexão, principalmente sobre a questão da diversidade no discurso da coca-cola. Havia falado sobre isso na sala de aula, quinta-feira da na semana passada e gostei de ver que rolou uma certa sincronicidade.(é verdade que muita gente deve estar falando desse comercial..rsrs) abraços

  santa mistura wrote @

aleeee e por isso da primeira a decima opção de matar a sede… tomo coca-cola rsrsrsrs
;)))))

  Julia Salgueiro wrote @

Usei essa belezinha de pirâmide tb na minha monografia e breve vai tb pro TCC do MB… ai ai… Maslow me “persegue”. Hihihi…
Bjuxxx

  santa mistura wrote @

juliaaaaaaaa como ajudou esta piramidezinha ao longo destes anos, acho que se eu realmente escrevesse todas a as associações que faço da piramide a moda daria um blog sozinho rsrsrsrs


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: